A página da Web de hoje embrulha o peixe virtual de amanhã? Bem, nem tanto assim. O que vira passado na Web pode estar em risco de não existir mais, mas existem situações onde se pode ver o passado virtual sem ter que entrar em um DeLorean. 😉 Pode parecer incrível, mas alguém se preocupa em registrar e preservar os registros fósseis da Web, e o melhor é que você pode consultar gratuitamente. Claro que não vais encontrar tudo lá, apenas uma parte da Web Visível, e mesmo assim com um viés para os sítios de maior visibilidade na rede. Mas mesmo assim é diversão garantida para os arqueólogos virtuais.

Então, por onde você começa? Sua missão de Indiana Jones virtual se inicia no Internet Archive (www.archive.org). Lá você poderá colocar o endereço que deseja ver no passado no Wayback Machine. Um clique em Take Me Back e terás um gráfico iniciado em 1996 com a indicação de versões do sítio desejado ao longo dos anos. Basta escolher ano, dia e mês no calendário que uma versão guardada nos servidores do Internet Archive será apresentada para você.

Clique aqui para ver a versão de 28 de janeiro de 1997 do sítio da UFRJ

Mas mesmo sendo o melhor registro fóssil que temos da Web, temos que ter alguns cuidados. Certamente que estamos limitados ao que conseguiu ser fossilizado ao longo dos anos. 😉 Pode não ser perfeito, não ser completo, ter um viés claro, porém é o bastante para se fazer ótimos levantamentos sobre o passado digital.

Compartilhar, Enviar, Imprimir?Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on RedditEmail this to someonePrint this page