webometria, cibermetria, altmetria...

estudos métricos da informação e muito mais

Categoria: citação

1science, um novo competidor para WoS e Scopus?

Fazia tempo que estávamos sem novidades no campo das bases de dados de artigos científicos. Para os estudos cientométricos o que se falava era de Web of Science, Scopus, Google Scholar e em alguns casos SciELO (que tem sido integrado às bases maiores). Hoje recebi uma dica pelo WhatsApp do Fabio Pinho, professor da UFPE e nosso Representante de Área de Comunicação e Informação na Capes, de uma nova base. Derivado do grupo da Science-Metrix [http://www.science-metrix.com/en], com sede em Montreal – Canadá, a 1science [https://1science.com] chegou com novidades e diz ser a maior base tratada de artigos com revisão por pares (o tratado ai é em função do Google Scholar). Quem me conhece sabe que não gosto de rankings com recortes convenientes, mas sigamos…

Focada em abarcar todo o tipo de produção, em qualquer idioma e de qualquer país, ela é bastante direta em facilitar o download de versões em acesso aberto de artigos ao integrar dados do ArXiV, DOAJ e SciELO. Seu CEO, Dr. Eric Archambault, comenta especificamente sobre a distorção para fontes de países do ocidente nas bases de dados, e sobre o desejo em várias esferas governamentais, corporativas e da academia de superar estas limitações. Com o objetivo de dar conta do desafio de romper com isso, a 1science delineou três frentes, com diferentes produtos. Os dois primeiros ainda não estão disponíveis, aparentemente, mas o último tem já uma recém lançada versão gratuita. Vamos a eles:

O 1figr [https://1science.com/1figr/] é um sistema para auxiliar na escolha de assinaturas de revistas científicas para instituições. Não há um acesso ainda direto, dependendo basicamente de contato com a empresa, mas entre os indicadores que eles prometem oferecer há a proporção de artigos em acesso aberto, o total de artigos publicados por sua instituição, saber as revistas que seriam de interesse assinar e o progresso da sua instituição na direção do acesso aberto.

1findr1 - free edition

1findr1 – free edition [https://1science.com/1foldr/]

Já o 1fdlr [https://1science.com/1foldr/] é um repositório institucional que auto arquiva documentos da sua instituição encontrados por busca e que com isso permite ser um concentrador de acesso a produção de sua instituição. O que for produzido em acesso aberto seria automaticamente incluído neste modelo de repositório.

E por último, mas muito importante, o 1findr [https://1findr.1science.com/home/] que vem em uma versão free e uma institucional e basicamente uma base de dados com cerca de 91 milhões de artigos (hoje) sendo 27 milhões em acesso aberto. Apresenta a partir da busca uma lista dos artigos e inclusive faz a inclusão do Altmetric Attention Score da Altmetric.com. Se o conteúdo for de acesso aberto há a possibilidade de fazer o download direto. É possível também exportar uma citação par ao artigo em 10 formatos diferentes (sorry, no ABNT!) ou para seu gestor de referências preferido.

resultado de busca para "altmetric" no 1findr - free editon

resultado de busca para “altmetric” no 1findr – free editon

A versão ainda é bem espartana na versão gratuita. Não tive acesso a versão institucional para avaliar. Deixa a desejar para o uso em estudos cientométricos, mas talvez ganhe corpo com o tempo. Parece bem interessante para uma busca por artigos pontual e online, já que não é necessário um acesso pago. A versão institucional, pela lista de features indicadas, está mais competitiva com as tradicionais WoS e Scopus. O site apresenta versões em Inglês e Francês (provavelmente Québécois, 🙂 ). Vamos acompanhar com o tempo como este nosso player vai evoluir, em suas diferentes frentes, e observar a reação de WoS e Scopus à esta “ameaça”.

Compartilhar, Enviar, Imprimir?Share on Facebook
Facebook
175Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Reddit
Reddit
0Email this to someone
email
Print this page
Print

Mentoria para seu projeto de pesquisa

Muitos amigos que acompanham o que escrevo por aqui não sabem, mas eu pesquiso e oriento nas áreas de Divulgação Científica e Ciência da Informação. O foco dos cursos que dou nas pós-graduações está no uso de novas tecnologias para divulgação científica e na coleta de dados de produção acadêmica e levantamentos em mídias sociais da repercussão online de publicações ou temas de ciência (principalmente). Se os nomes Bibliometria, Cibermetria, Webometria e Altmetria não fazem sentido, em parte o parágrafo anterior da conta de explicar um pouco disso.

Com esses dados todos dá também para se estudar e descobrir muitas coisas legais e interessantes, além de se fazer lindos grafos (como o da imagem que fica no meu perfil) ou diagramas representando e sintetizando o que se observou. O que vai definir o que cada elemento do grafo representa vai depender de escolhas que você precisa fazer sabiamente, e isso vai desde o recorte inicial para sua coleta, até o tratamento que você vai dar na hora de representar vínculos (arestas) e atores (nós) que estarão ali representados.

Bom, desculpem-me pelo “textão”, mas isso tudo é só para dizer que dentro da filosofia que sempre falo no início dos meus cursos de pós, resolvi ver se consigo ampliar minha humilde contribuição para desenvolvimento do campo da ciência no qual eu tenho atuado nos últimos 20 ou 10 anos (20 de DC e 10 de CI). Inspirado na proposta que meu amigo dos tempos de colégio Michel Lent fez, resolvi disponibilizar uma agenda pública na qual semanalmente estarei oferecendo uma hora e meia para uma mentoria focada no seu projeto de pesquisa. Se eu serei de algum auxílio vai depender de você corretamente ver em mim alguém que pode ajudar e eu conseguir fazer isso 😊.

Basta entrar no link [https://fabio-gouveia.youcanbook.me/], ver que dia terei disponível, e marcar. As conversas serão preferencialmente por Google Hangout ou ferramenta similar, mas algo presencial pode ser viabilizado para os que estão na minha cidade. Peço antes de tudo que entendam que como é uma experiência nova eu certamente demorarei um tempo para conseguir colocar isso em rotina de fato. Por isso é possível que eu tenha que reagendar seu pedido. E eu estarei avaliando os pedidos para tentar priorizar os que eu identificar que tenho maior potencial de ajudar em algo.

Se tudo der certo, e você ficar contente, lembre-se de mim nos agradecimentos (ou acknowledgements) e faça uma excelente pesquisa pois o que mais precisamos é de bons projetos para consolidar ainda mais essas áreas no Brasil. Se você é de Portugal é também super bem-vindo. Se seu idioma nativo é espanhol ou inglês (e se conseguiu ler este texto ou alguém lhe explicou o que este louco aqui escreveu), podemos conversar neste idioma, desde que você aguente o meu sotaque e alguns falsos cognatos. Estou ansioso para ver como este experimento vai fluir. Espero que seja uma experiência incrível para mim e para todos que participarem.

Forte abraço a todos e até o próximo Hangout!

Compartilhar, Enviar, Imprimir?Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Reddit
Reddit
0Email this to someone
email
Print this page
Print

Clássicos sobre o debate do Fator de Impacto.

Então, tudo começou numa conversa que com amigos no Facebook (Stevens Rehen e Felipe Rodrigues da Silva), e daí me toco que nunca compartilhei esses links por aqui. Clássicos sobre o debate do Fator de Impacto que foram motivados pelo post sobre o artigo do Blog Scielo abaixo. Este vai ser um post um tanto telegráfico, mas acredito que valha a pena.

Vamos começar com “A miopia dos indicadores bibliométricos” do Blog Scielo que falei acima:

http://blog.scielo.org/blog/2017/06/01/a-miopia-dos-indicadores-bibliometricos/#.WTLMTIVv-Ed

Para quem não leu, e se interessa por Cientometria e indicadores de ciência e tecnologia, recomendo a leitura do Manifesto de Leiden. Tem versão em portugues traduzida pela Sibele Fausto [@Sibele Fausto].

http://www.leidenmanifesto.org/

tradução para o português: http://www.leidenmanifesto.org/uploads/4/1/6/0/41603901/leiden-manifesto-portuguese-br-final.pdf

Não dá para pensar em indicadores de ciência e tecnologia e avaliação, e não ter em mente o DORA – San Francisco Declaration on Research Assessment. Simplismente indispensável.

http://www.ascb.org/dora/

Foi publicado na Science em 2008 o artigo – The Misused Impact Factor

http://science.sciencemag.org/content/322/5899/165

Uma boa leitura, e aqui está o link direto para o PDF (Acesso Aberto)

http://science.sciencemag.org/…/sci/322/5899/165.full.pdf

E para aqueles que querem uma visão mais “cientométrica”, por assim dizer, um artigo da Scientometrics, revista de alta relevância para o campo – History of the journal impact factor: Contingencies and consequences:

https://doi.org/10.1007%2Fs11192-007-2036-x

E é claro, um link para a versão unpaywalled. 🙂

http://science-metrix.com/pdf/Archambault_Scientometrics_HistoryIF.pdf

Compartilho também, novamente, o link para um texto curto que escreví para o Observatório em Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Fiocruz [Observatório CTIS] com o título “Impacto Real e Imediato?“.

“Para além dos microscópios, que nos permitiram ver de perto detalhes do nosso mundo, é já o momento de se conceber “macroscópios”.”

obs: a figura no texto não está aparecendo mais, mas vocês podem achar ela pelo link para o artigo científico.

http://observatorio.fiocruz.br/ponto-de-vista/altmetria

E por último, um breve olhar sobre a Altmetria, num editorial que escrevi para revista Trabalho, Educação e Saúde.

http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sip00126

A altmetria e a interface entre a ciência e a sociedade

Mas, ok, eu coloquei um monte de textos. E você quer apenas uma rapida sacudida sobre a questão dos indicadores de ciência e tecnologia? Siga então para o vídeo de pouco mais de quatro minutos sobre o Manifesto de Leiden. Você não vai se arrepender.

https://vimeo.com/133683418 [infelizmente só em inglês]

The Leiden Manifesto for Research Metrics from Diana Hicks on Vimeo.

 

Compartilhar, Enviar, Imprimir?Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Google+
Google+
0Share on LinkedIn
Linkedin
Share on Reddit
Reddit
0Email this to someone
email
Print this page
Print

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén